Uma das dificuldades comuns para pequenas e médias empresas é não calcular corretamente o tempo necessário para realizar o primeiro backup em sistemas de nuvem, além de subdimensionar o tempo para manter o mesmo atualizado.

Além disso, outro cálculo importante a ser realizado é o tempo necessário para restauração do sistema em caso de desastres. Vamos a algumas explicações:

Entendendo a velocidade do link

Links Compartilhados

A velocidade e o tipo de link para comunicação contratado são fatores determinantes para quantificar o tempo necessário para copiar e restaurar os dados para o serviço de nuvem. Pequenas empresas normalmente utilizam links de internet mais básicos, conhecidos como links compartilhados. Ofertados pelas principais operadoras do país, esses links geralmente são mais baratos, pois não possuem garantia para a entrega de 100% da velocidade contratada (CIR), não entregam IPs fixos ao contratante e podem ter sua performance afetada de acordo com a ocupação da estrutura.

Além disso, os links compartilhados possuem duas métricas claras de performance, uma para download e outra para upload de dados. Como enviar os dados para qualquer serviço de nuvem é fazer um upload de arquivos, a velocidade de transmissão sempre será menor ao usar um link compartilhado.

Para ilustrar, retiramos de uma empresa que comercializa links compartilhados para o varejo a tabela de preços acima. Note que a coluna do lado esquerdo especifica diferentes velocidades de download e upload, sendo que no plano de 120 Megabits para download permite upload de apenas 10 Megabits.

Outro ponto importante é que nessa modalidade de contratação não existe a garantia que o serviço opere com 100% de entrega do serviço ofertado durante todo o tempo. Cada operadora possui regras contratuais próprias, por isso a variação de performance dependerá do link contratado e de cada operadora.

Supondo que uma pequena empresa contrate esse link compartilhado de 120 Megabits para download (com 10 Megabits para upload!) e decida por manter seu backup de 1TB na nuvem. Após contratado o serviço de armazenamento, a empresa precisará de aproximadamente 10 dias para fazer o primeiro upload desses dados, mesmo que a operadora entregue 100% da capacidade da banda durante a operação.

Passada o período inicial gasto para transmitir os dados para o provedor de backup, as informações produzidas diariamente também precisarão ser atualizadas. Se apenas 20Gb dos dados necessite ser atualizado, essa tarefa deverá tomar pelo menos 4 horas diárias na transferência de dados.

Além disso, essa demora ocasionada para upload também reduz a performance de outras operações internas, como o acesso à internet, envio de e-mails e outros serviços, prejudicando assim a produtividade como um todo.