29

abr 2020

Gestão eletrônica de documentos é a tecnologia que utiliza recursos de hardware e software para armazenar, classificar, compartilhar e permitir o acesso às informações (impressas ou digitais) existentes em documentos de empresas e outras organizações.

Popular nos anos 90, essa tecnologia foi especialmente importante para que empresas pudessem unificar o gerenciamento de dados dos arquivos disponíveis em servidores e os documentos impressos da área de arquivamento que foram digitalizados. Além disso, alguns sistemas voltados para o GED mapeavam a localização física das informações impressas em grandes organizações, facilitando a busca de documentos.

Em linhas gerais, podemos descrever o GED como um conjunto de processos interligados que possibilita qualquer empresa gerenciar seus documentos na forma física ou digital. Esses dados podem estar contidos em documentos impressos ou arquivos, podendo ter origens diversas, tais como papel, microfilme, imagem, som, planilhas eletrônicas, arquivos de texto etc.

Com o crescimento explosivo dos dados armazenados, organizar arquivos e pastas com documentos impressos e eletrônicos tornou-se uma missão insana. Com isso, foi necessário que a digitalização de documentos evoluísse, incorporando aos arquivos digitalizados informações de indexação conhecidas como metadados.