17

abr 2020

O que fazer quando receber um e-mail Scam

Já se tornou comum recebermos e-mails com notícias boas demais para serem verdadeiras, ou então em um tom tão emergencial que desespera quem está recebendo. Porém, é sempre bom estar atento a esses casos porque muitas vezes podem se tratar de ciberataques. É o caso do Scam, um tipo de e-mail fraudulento em que o objetivo do atacante é enganar a vítima para que ela pague por algum objeto, serviço, compra ou prêmio, que é falso.

Apesar de muito parecido na execução o scam tem objetivos diferentes do phishing.

O phishing é o ato de enviar um e-mail passando-se, de forma falsa, por uma pessoa ou organização legítima que geralmente é combinado com um link falso para obter informações confidenciais da vítima, como detalhes da conta bancária, e-mail de acesso e senha. Já o scam é um e-mail fraudulento que visa enganar a vítima com o propósito de receber ganhos injustos ou ilegais, de diversas formas diferentes.

Em outubro deste ano, observamos um grande aumento de um tipo específico de scam – o scam ransom. Esse tipo de e-mail fraudulento tem como objetivo assustar a vítima para faze-la pagar uma quantia em dinheiro ou, na maior parte das vezes, em bitcoin, que varia entre 300 e 900 dólares em bitcoins.

O Scam Ransom desespera a vítima e faz com que a mesma pague uma quantia em dinheiro ou bitcoin.

Esse aumento está relacionado à falsos vazamentos de acessos à conteúdo adulto, ou seja, vítimas recebiam e-mails alegando que seus acessos foram vazados e no desespero pagavam uma quantia ao cibercriminoso. Nos Estados Unidos, este tipo de scam também é conhecido como sextortion.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *